Verão 2008




Nas vitrines só dá amarelo, pink e azul escuro batizado de Bic ou Klein.

A estação pede tons fortes e mistura de cores.

Na praia, estão valorizados os maiôs vazados que acentuam as curvas e os buquínis de temas geométricos.


Para o final da tarde, a pedida é maiô “enganamamãe”

O verão começa em 22 de dezembro, às 3h52.

Quem pensa que a regra é investir apenas em uma roupa colorida está enganado. A tendência é usar cor com cor. Em duas peças ou em um sapato tricolor, por exemplo. É claro que, assim, a chance de errar na dose de ousadia é grande. “Vale sempre a história de se olhar no espelho e ver o que fica bem. Mas acho ótimo quando alguém assume o ‘fora do padrão’ e é feliz”, diz o estilista Fause Haten.
As novas cores do verão não são exclusivas dos jovens.

Bijoux com pedras generosas ou feitas com largas correntes devem enfeitar os colos das mulheres. E as bolsas de tamanho extra, como as de lona ou de linha ecológica, são outra pedida. “Ela é descolada, enorme, feita com material alternativo”, descreve Martha Ribeiro, diretora de estilo da TAO Galeria, grife de bolsas e sapatos femininos.

A “extra” carrega até mesmo a bolsa preferida – e menor. Tufi Duek, da Forum, confirma a tendência e define o estilo da mulher deste verão: “Maxibolsa, vestido curto ou camisa com calça de cintura alta”. Nos pés, pode-se seguir as cores dos anos 80 ou optar por tons neutros para equilibrar o visual. Os materiais brilham ou refletem luz. O verniz tem aspecto de gloss.

E as rasteirinhas são decoradas, como as que levam pedras ou acessórios de metal. Há ainda as summer boots, um mix de sandália e bota vazada. Não é certo se vai pegar. “São para mulheres mais ligadas à moda. Não vejo por que não agradariam”, diz Vanessa Borges, pesquisadora de estilo e dona do Studio TMLS, que exporta dois milhões de sapatos por ano.
Não gosta de nada disso? Incorpore o navy. A estética “marinheiro” é outra tendência da temporada. “Não é preciso seguir o trio vermelho-branco-azul.
importante mesmo é o estilo”, esclarece Luís Fiod, diretor criativo da Mint, uma consultoria de moda. Pode ser uma camiseta listrada, uma pantalona com estampas gráficas ou um lenço, prendendo os cabelos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Penalty faz releituras dos clássicos

Como tirar o cheiro de cigarro do cabelo?

Alexandre Herchcovitch e Mc Donald's