sábado, julho 14

A moda da Camisinha na China

Adorei os "modelitos" !
Será que essa moda pega? Para quem "festa" bastante é super prático.

Roupas feitas com camisinhas de todas as formas e os tamanhos foram apresentadas nesta quarta-feira em um desfile em Pequim, na China.

As modelos desfilaram vestidos, chapéus, maiôs e até mesmo pirulitos feitos de camisinhas.

Na passarela, efeitos especiais, a exemplo das de bolhas de sabão, se misturavam com os looks da coleção inteiramente confeccionada com camisinhas, infladas ou não.
O desfile aconteceu durante a 4ª Feira de Novos Produtos e Tecnologias Reprodutivos da China e foi organizado pela Guilin Latex Factory, a maior fabricante chinesa de camisinhas, para promover o uso da camisinha na prevenção e no combate à Aids.

Originalmente a China qualificou a Aids de doença do Ocidente capitalista e decadente - um problema de homossexuais, profissionais do sexo e usuários de drogas. Oficialmente, esses setores não existiam na China comunista. O país demorou, mas acabou despertando para o problema, e especialistas em saúde avisaram que o vírus agora está se espalhando pela população em geral.

O evento também foi promovido em homenagem ao Dia Mundial da População, organizado anualmente pelo Fundo Populacional das Nações Unidas.

Com uma população atual de 1,3 bilhão de pessoas, a China introduziu uma política rígida de filho único no final dos anos 1970, pela qual muitos casais não são autorizados a ter mais de um filho. "Um filho não é o suficiente, dois é um número melhor", disse o visitante Song Weiliang.
Fonte:Reuters
Bjocas e até mais,

Nenhum comentário: