quarta-feira, fevereiro 14

A moda é fútil? Veja o que diz o mercado da Moda.

Ronaldo Fraga criou para o verão 2001-2002 uma coleção inspirada em Zuzu Angel.
E foi indicada como a melhor coleção feminina de 2002 para o prêmio Abit - Associação Brasileira da Indústria Têxtil
Infelizmente ainda tem gente que acha a moda fútil, mas não é.
Veja o que dizem os números abaixo.

Durante os anos 60, a estilista mineira Zuzu Angel fez sucesso no exterior com suas criações, vendidas em lojas de departamentos dos Estados Unidos e dizia: “No meu país acham que moda é frivolidade, futilidade. Tento lhes dizer que moda é comunicação, além de dar emprego para muita gente”.

Confirmando a estilista, o sistema da moda concentra muitos setores e no Brasil é a maior fonte de empregos para a mulheres. Segundo, dados da Associação Brasileira do Vestuário (Abravest) e do Instituto de Estudos do Mercado Industrial (IEMI ), em 2005 o setor têxtil que inclui o vestuário, meias e acessórios empregou diretamente cerca de 1,5 milhões de pessoas, sendo 93% mulheres, 7% homens e 21% destes estão alocados na indústria têxtil e 79% na indústria de confecções.

O setor têxtil é o segundo empregador na indústria de transformação.

Gerando 45% dos empregos no país.

O setor têxtil é composto por aproximadamente 17.526 empresas que faturaram em 2005, US$ 20 bilhões com uma produção de mais 5,5 milhões de peças no ano.
Com dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT) e de Confecção com todos os segmentos da indústria têxtil, desde o cultivo do algodão, matérias-primas sintéticas, fibras têxteis, fiações, tecelagens, malharias, tinturarias, estamparias até confecções, faturou em 2005 US$ 26,5 bilhões, empregou 1,6 milhões de trabalhadores formais e informais e contou com uma produção de mais 7,2 bilhões de peças.

O Brasil é o sexto maior parque têxtil do mundo com mais de 30 mil empresas em toda a cadeia têxtil e confecções.

As principais unidades fabris que englobam vestuário, meias e acessórios, segundo Abravest estão instaladas em todo as regiões brasileiras.

Na região Norte são aproximadamente 276 fábricas, no Nordeste 2.402, na região Centro Oeste 839, a maior concentração está na região Sudeste com 10.123 fábricas e no Sul 3.887 fábricas.

E ainda tem gente que acha a moda futilidade, o que é a falta de informação para essas pessoas!

Bjs e até mais, Ale

Um comentário:

Anônimo disse...

A produção de armas também é legal, gera muito dinheiro e empregos.

A produção de joias , a extração de diamantes e as minas também geral muitos empregos e dinheiro.

, isso torna essas coisas uteis boas e menos monstruosas?

a alta moda, joalheria e tudo que se tem como luxo é inútil e prejudicial a sociedade, infelizmente é real e humano