quinta-feira, maio 24

Conteúdos: Casa, Moda e estilo de Vida aumentaram uso da internet

Primeiro a novidade: meu "filhote" - "baby" (minha dissertação Moda na Cibercultura com 150 pg) foi enviada por sedex ontem para o Rio de Janeiro para a profa. Nízia Villaça convidada para participar da minha banca, juntamente com o prof. Francisco Menezes de Porto Alegre e minha orientadora Adriana Amaral de Curitiba.
heheh um alívio, defendo dia 13/06 - depois mandarei o convite oficial, e espero todos lá... para o grande dia.
Agora é preparar a apresentação e dar um show rss.
Antes vou mandar um artigo para o 3o. Colóquio de Moda que vai acontecer em BH - inscrições até o dia 28/05. Mais informações no site para quem estuda e pesquisa moda parece ser um excelente evento www.coloquiodemoda.com.br
-------------------------------------------------------------------------------
Olha que legal essas informações:

Os usuários residenciais de internet do Brasil gastaram pelo menos 21h44m com navegação em abril, 49 minutos ou 3,9% mais tempo do que em março, recorde em horas mensais de conexão desde setembro de 2000.

Com este resultado, que comprova um crescimento anual de 11,8% em horas navegadas, o país se mantém no topo da lista de nações que gastam mais tempo plugadas à web a partir de computadores residenciais.
Segundo dados da consultoria Ibope/NetRatings, os países que mais se aproximaram do Brasil, entre os 10 medidos com a mesma metodologia, foram Estados Unidos, com tempo médio por internauta residencial de 18h49m; França, com 18h32m; Espanha, com 18h30m; Japão, com 17h39m; e Austrália, com 17h38m por pessoa. Em abril de 2007 o número de internautas residenciais ativos no Brasil atingiu 15,9 milhões de pessoas, número 2,4% menor que no mês anterior, queda explicada por um dia a menos no mês.

O número de pessoas com acesso à internet manteve-se em 25 milhões de brasileiros, enquanto o número de brasileiros com acesso à web em qualquer ambiente (casa, trabalho, escolas, universidades e outros locais) variou 0,8%, passando de 32,9 milhões para 33,15 milhões.
- A influência de melhores conexões e conteúdos mais atrativos e que demandam mais tempo do usuário ajudam a explicar esse novo recorde - comenta Alexandre Sanches Magalhães, coordenador de análise do Ibope.

“ O número de pessoas com acesso à internet em qualquer ambiente chegou a 33,15 milhões em abril ”

Em abril, conteúdos voltados para o público feminino, como as categorias "Casa e Moda" e "Família e Estilo de Vida", além de Comunidades (4h08m, 29 minutos mais do que em março), puxaram o uso da internet para cima, revelou Magalhães.

Na comparação mensal entre as categorias, entre março e abril de 2007, Ocasiões Especiais cresceu 4,4%, recebendo a visita de 3,2 milhões de pessoas, especialmente a subcategoria Entregas e Filatelia (leia-se Correio, que cresceu 28%, recebendo a visita de 1,1 milhão de pessoas).

Na comparação anual, abril de 2007 contra abril de 2006, o segmento "Automotivo" apresentou o maior crescimento (54%), recebendo a visita de mais de 2,5 milhões de usuários. Outro destaque do período foi o crescimento do fluxo em sites da categoria "Viagens e Turismo", que cresceu 43,3%, sendo visitada por 3,7 milhões de brasileiros a partir de suas residências.

Também se destaca o crescimento da categoria "Casa e Moda", com subcategorias que tratam de beleza, culinária, jardinagem e imóveis (venda, locação, sites das incorporadoras, imobiliárias, entre outros sub-setores), com crescimento de 37,8% no número de usuários residenciais, somando 4,6 milhões de internautas na categoria em abril. Em tempo de permanência nos endereços eletrônicos, os maiores crescimentos no período foram nas categorias "Viagens e Turismo" (44% mais tempo do que no ano passado, atingindo 27 minutos por pessoa); "Entretenimento" (37% mais tempo, com 2h20m por pessoa) e "E-commerce" (27,3% mais tempo, com 33 minutos por usuário em abril).

- Enquanto o número de internautas da internet residencial cresceu 200% desde 2000, categorias como 'Casa e Moda' (7.500%), 'Viagens e Turismo' (1.500%), Família e Estilo de Vida (1.450%), para citar alguns exemplos, cresceram muito mais. Isso é um forte indicativo de que o crescimento atual da web acontece internamente, ou seja, quem já acessa realiza hoje muito mais tarefas do que no passado, e aqui, mais uma vez, a importância do aumento das conexões de banda larga fica visível, e da maior presença feminina entre os internautas.

Fonte: http://oglobo.globo.com/tecnologia/mat/2007/05/22/295853746.asp

E ainda tem gente que dúvida do poder da internet.

Bjocas e até mais, Ale.

Nenhum comentário: