quarta-feira, julho 9

A moda esta na moda

Dentro do panorama da economia brasileira, a profissão na área da moda é a bola da vez
Ocupando o segundo lugar como o setor privado que mais emprega no país, a indústria da moda brasileira ganha cada vez mais espaço no mercado nacional e internacional.
Em virtude desse sucesso, a comunidade acadêmica, se é que ainda mantinha um preconceito em relação à área por sua efemeridade, passou a tratá-la com muito mais seriedade e profissionalismo.
"O Brasil possui o maior número de cursos de graduação em moda e estilismo no mundo. Ao todo, são mais de 40. Isso mostra que, embora ainda haja um preconceito da comunidade acadêmica, com certeza ele está sendo diluído, especialmente pelo papel decisivo que esta profissão exerce na economia nacional", destaca o Historiador, graduado em Desenho e Plástica pela UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora) e especializado na área de moda pela Esmode, em Paris, João Braga.

Na visão do especialista, essa explosão do setor tem uma forte ligação com o sucesso que as modelos brasileiras estão fazendo no exterior e principalmente pela qualidade do material (tecidos, vestuário, sapatos e outros) produzido e exportado pelo Brasil, uma espécie de marco para a indústria têxtil nacional.
"O mais interessante é que o Brasil sempre foi exportador de matéria-prima básica, hoje ele exporta valor agregado, ou seja, o produto confeccionado, o que traz divisas para o país e ajuda a aquecer a economia", declara.
A moda está na moda... como já tivemos a moda dos advogados, publicitários, jornalistas, marketeiros...
Bjocas e até mais, Ale

Nenhum comentário: