segunda-feira, setembro 10

A empresa dos sonhos para trabalhar...


LONDRES - O Google assumiu o primeiro lugar em uma pesquisa sobre empregadores ideais conduzida entre estudantes de engenharia e tecnologia da informação (TI) de toda a Europa.

Cerca de 17% dos 8,1 mil alunos entrevistados em 11 universidades européias de janeiro a abril deste ano indicaram o Google como lugar de seus sonhos para um emprego.
O grupo sueco de pesquisa Universum, que vem pesquisando junto aos universitários europeus sobre suas ambições de emprego desde 1995, disse que isso representa um resultado espetacular para o Google.



O portal de buscas e serviços só entrou no ranking este ano e já derrubou a IBM do primeiro posto entre as 130 companhias envolvidas na pesquisa que a Universum faz com universitários no último ano de curso.
A empresa entrou este ano na lista após ter sido mencionada com freqüência pelos universitários nas listas de "outros" empregos ideais que faziam parte do levantamento da Universum em 2006.
O Google só começou a recrutar funcionários e estagiários entre os estudantes de tecnologia europeus no ano passado, em base regular.
O segundo lugar no ranking ficou com a montadora de carros esportivos Porsche, que subiu em duas posições ante o ano anterior, enquanto a concorrente Ferrari ganhava três posições e chegava ao terceiro posto.

A IBM passou ao quarto lugar no ranking, à frente apenas da Airbus. As demais empresas que estão entre as dez empregadoras ideais, segundo universitários europeus, são BMW, Siemens, Audi, Sony e Nokia.

O Google também foi um dos destinos favoritos segundo estudantes europeus de administração de empresas, ocupando o quarto lugar no ranking.

Os 6.700 estudantes de negócios entrevistados escolheram as consultorias americanas McKinsey e Boston Consulting como as primeiras mais desejadas, colocando o grupo de cosméticos L'Oreal em terceiro lugar.
Por que será que o Google está em primeiro lugar como a empresa dos sonhos para se trabalhar?

Fonte: Reuters e Globo on line


Bjocas e até mais,

Nenhum comentário: