sexta-feira, outubro 9

Boutique de Rua

Adorei a idéia!!!! show de bola!!!
Se você não vai até a roupa, a roupa vai até você!
Com uma ideia na cabeça e dirigindo uma van, empresária investe em uma loja ambulante, que estaciona onde a cliente estiver.
A empresária Fabiana Post, 36 anos, tinha uma ideia. E foi graças à “bendita crise” do segundo semestre do ano passado, que conseguiu ver seu negócio prosperar.
Cansada de chegar com sacoladas de roupas nas casas das clientes, ela queria melhorar o atendimento e incrementar as vendas. Como?
Criando uma loja ambulante.
Em setembro de 2008, quando o fantasma da recessão mundial começou a abalar o ramo de venda de automóveis, Roberto Ploposki, 46, o marido, resolveu ceder aos apelos da mulher e investir em outra área. “O setor em que eu trabalhava foi um dos mais atingidos pela crise. Notei que o negócio dela não parou”, conta um feliz Roberto, que fez questão de apresentar, junto com Fabiane, a Boutique de Rua, marca que eles estão patenteando e pretendem expandir com franquias.
A loja se ampara em dois pilares: a falta de tempo das mulheres para ir até as lojas e o poder do boca-a-boca, principalmente dentro das empresas, o forte do negócio de Fabiane. É ela quem dirige – “Com saltão e tudo!” – a Pucato Fiat cheirando nova e toda customizada em tons de roxo para abrigar a loja. Por dentro, a Boutique de Rua tem araras – adeus roupas amassadas nas sacolas! –, dois provadores, espelho, ar condicionado e som ambiente. Ah, claro, há lugar para um pequeno estoque também. Quem se encantar por alguma peça de roupa, pode pagar no cartão – aceita-se os de débito e os de crédito, em até seis vezes.

Com a plotagem recém-aplicada, a van começa a chamar a atenção no trânsito, pois lembra um carro de boneca gigante. Para atender a uma lista de cerca de 400 clientes, Fabiane vai buscar nas confecções dos bairros do Brás e do Bom Retiro, em São Paulo, roupa de qualidade a preços acessíveis. “Um dos medos das clientes era que a minha roupa fosse ficar mais cara. Mas tive esse cuidado, os preços não aumentaram”, garante a empresária, que atualmente negocia peças de valores que vão de R$ 29,90 a R$ 150.
Nascida em Joinville (SC), Fabiane herdou da mãe costureira o gosto pela moda. Chegou a cursar Turismo por três anos. Casada com Roberto há 12, passou por aquelas provações da vida: superou um câncer de útero. “Fiquei dois anos em casa. Para sair da depressão comecei a vender roupa”, diz ela, agora disposta e sempre bem-arrumada.
A ideia da van triplicou as clientes de Fabiane, que para a loja em estacionamentos de empresas – com agendamento prévio – ou na casa da cliente. “Houve uma vez que precisamos distribuir senhas”, conta. Os atendimentos domiciliares provam que este é um campo ilimitado. “O marido pode escolher um valor e dar de presente para a esposa uma visita da Boutique de Rua”, propagandeia Fabiane.
Serviço
Boutique de Rua, fones (41) 3247-0218 e 9972-4219 e site http://www.boutiquederua.com.br/
Criatividade!!! como crise e tudo!
Fonte: Gazeta do Povo


Bjks Ale


Um comentário:

Minissaias disse...

Oláa! td bem??
nosssaaa adorei o seu blog!
tem mta coisa interessante!
vou voltar sempre!
Aceita parceria de links?
bjs
Talita