sexta-feira, outubro 31

Banqueta Fashion


Uns chamam de balão, outros de bexiga, mas deixando de lado a nomenclatura, é exatamente isto que reveste esta simpática banqueta.
Criação de Natalie Kruch, são mais de 500 balões de borracha amarrados em um banco de madeira sólida, criando um efeito visual bastante atraente. O "Balloona" mede 36 x 43 x 36 cm e embora o revestimento seja feito com os prosaicos balões infantis, seu preço não é para criança: 350 dólares. "Estouradamente legaus"!
Passei no Bem Legaus!
Bjks Ale

quinta-feira, outubro 30

Meu níver... e criatividade...

Hoje é meu níve... 3.3 aninhos ahahha, mas com carinha de 1.5 rsss
E também o níver da minha mamy... que me ganhou de presente! Super chic, né!

O ano passado comemorei com meus amigos em Curitiba inspiração Halloween.
Aletéia é o nome de bruxa... claro, que é uma bruxa boazinha rss Galera muitas sds de vcs!!!! Esse ano não vai ter festinha...


Esse ano estou trabalhando em Salvador... e vou comemorar com meu novos amigos do trabalho! Comemoração Baiana rss
====================================================

Achei o máximo! Até onde vai a criatividade?

Mais um produto na linha dois em um!
Criado pelos japoneses, este sutiã também pode ser muito útil como… bolsa!
A idéia é inusitada, mas o objetivo é nobre: conscientizar os consumidores sobre o mal uso de sacos plásticos.
A peça é feita garrafas PET recicladas e não será comercializada.
Que pena, eu queria uma bolsa!
Sábadão estou de volta em Curitiba... aiii que sds!!!!
Bjks Ale

quarta-feira, outubro 29


Os cabelereiros são unânimes: chapinhas no fundo da gaveta (lixo não, afinal de contas nunca sabemos como será a próxima estação), já! É hora de assumir aquele visual mais natural de quando acordamos.
A grande tendência para o verão é o “messy hair”, em português, cabelo bagunçado. Celebridades internacionais como Sienna Miller, Kate Moss, Mary Kate Olsen e Kirsten Dunst já aderiram à moda que fez as cabeças dos últimos desfiles de Nova Iorque, Paris e Milão-.
Animou e quer arriscar?
No site Chic você encontra um passo-a-passo para fazer o cabelo da moda em casa! Outra dica bacana é usar o cabelo bagunçado com um look mais bonitinho! Assim a proposta fica clara e você não fica com cara de desarrumada.
Imagem: W Magazine

terça-feira, outubro 28

Essa moda pega?

O estilista e ícone fashion Marc Jacobs tem sido visto frequentemente pelas ruas de Nova Iorque vestindo saias!
No caso, o tradicional kilt escocês em novas roupagens.
A alternativa adotada por ele, para masculinizar o look, é aliar à saia peças mais agressivas como camisas e coturnos.
Sera que após a invasão masculina no guarda roupa feminino, vem aí uma nova era na moda?
Dica do About Fashion
Bjks Ale

segunda-feira, outubro 27

Quer os modelitos da Carrie?


Depois de Kate Moss para a TopShop e Madonna para a H&M, é a vez da super stylist Patricia Field - responsável pelos figurinos de “Sex & the City” e “O Diabo veste Prada” - criar uma linha para a inglesa “Marks & Spencer” . As roupas, que foram inspiradas na famosa personagem Carrie Bradshaw, chegaram às lojas hoje, provocando filas em algumas filiais da marca.
Apesar de todo esse alvoroço, a mídia de moda não recebeu muito bem a notícia, ou melhor, os looks. E vocês, gostaram ?
Dica do Garotas Estúpidas e http://blog.rexona.com.br/

domingo, outubro 26

Dicas: Roupas Guardadas



Gente, roupa guardada por muito tempo estraga mais do que roupa que a gente usa bastante.
E roupa guardada por muito tempo em capas/sacos de plásticos estragam muito também, e muito mais rápido! Imagina que qualquer micro bactéria que se infiltrar na sua roupa vai mega se reproduzir dentro daquele ambiente quentinho e sem ventilação que o plástico proporciona quando envolve qualquer coisa.
Por isso, é bom guardar somente o que é mais delicado dentro de capas - e essas capas podem ser feitas em tnt, esse material que é todo furadinho, super ventilado.

só pode ser de plástico se for num lado só da capinha, com material “ventilado” do outro lado!
Roupa precisa de ar, de ventilação, por isso nossas mães ensinam a deixar as portas dos armários abertas de vez em quando (né?).
Roupa que a gente usou e que pode ser usada mais uma vez antes de lavar também pode respirar antes de ir pro guarda-roupa: vale deixar a peça pendurada em cabideiros, do lado de fora (bem no ventinho mesmo!) por umas horas antes de acomodar em portas fechadas.
Mais: isso de deixar ventilar a roupa usada antes de guardar vale especialmente pras peças que vão ser guardadas em capinhas!

Dica: capas bacanas em tnt no WalMart e nesse site aqui.
A gente sabe também que vende nesse outro site e que a Edith faz umas capas incríveis aqui em SP, com visor de tule dos lados pra gente identificar as roupitchas que tão lá dentro (mais ventilada, impossível!).
Quem tiver mais dicas de onde encontrar capinhas bacanas pra roupas, em tecido natural ou em tnt, pode dividir com todo mundo nos comentários.
E bora conservar nossas “peças preciosas”.
Fonte: Oficina de estilo.
Amei essa dica...
bjks Ale

sábado, outubro 25

Bota Espaço da Moda: super fashion


Você está cansada de ver seus lindos sapatos estragados pela chuva causada pelo tempo instável? E que tempo ahaha a chuva não para em Curitiba.
Rebecca Miller, a designer da Shuella, teve a idéia de confeccionar essas galochas adaptáveis ao tamanho do sapato depois de ver vários pares seus destruídos pela chuva, já que não havia no mercado algo prático que conciliasse o útil (usar os sapatos) ao agradável (sem que fossem molhados pelo tempo ruim).

A meta foi criar um produto altamente estiloso, durável e conveniente para que fosse levados na bolsa. Ele é feito de PVC e o solado é antiderrapante.

(...) Leia o restante de Guarda-chuva para os pés!
Muito fashion... bjks Ale

sexta-feira, outubro 24

Anúncios On line


IDC: anúncios online vão superar a publicidade na TV até 2012Receita com publicidade online deve dobrar, saindo de 25,5 bilhões de dólares para 51,1 bilhões de dólares em cinco anos.
Fonte: COMPUTERWORLD

Mesmo com os problemas econômicos enfrentados pelos Estados Unidos, que devem levar a uma queda nos investimentos em publicidade, os anúncios na Internet devem continua a crescer consideravelmente, afirmou a consultoria IDC.
A receita proveniente desse tipo de publicidade deve dobrar até 2012, saindo de 25,5 bilhões de dólares para 51,1 bilhões de dólares nos próximos cinco anos. Esse desempenho representa um crescimento oito vezes mais rápido em comparação ao mercado em geral.
De acordo com a consultoria, os anúncios online vão passar do quinto lugar no mercado para o segundo lugar, na frente de jornais, revistas e, inclusive, televisão, perdendo apenas para o marketing direto.
As propagandas em vídeo serão as principais impulsionadoras desse mercado, atraindo o maior volume de novos investimentos. O montante movimentado por esse tipo de anuncio vai subir de 500 milhões de dólares, registrados em 2007, para 3,8 bilhões de dólares até 2012, com um crescimento anual de quase 50%.
O tamanho da audiência dos vídeos online e o tempo gasto pelos consumidores assistindo essas mídias devem aumentar devido ao avanço da penetração e da velocidade das conexões de banda larga, justificou a consultoria. A possibilidade de assistir vídeos sob demanda é outro fator que deve influenciar na escolha dos usuários de Internet por esse tipo de conteúdo.
As buscas patrocinadas vão continuar a ser o formato de anúncio com maior participação nas receitas do mercado americano.
Para a IDC, isso significa que toda empresa de mídia deve colocar as buscas como uma parte importante da estratégia, mesmo considerando que o Google possui cerca de 70% desse mercado.
Bjks Ale

quinta-feira, outubro 23

Internet ultrapassa TV PAGA

Internet ultrapassa TV Paga no bolo publicitário
Fonte: via WebStage

Boa notícia para quem trabalha e/ou acredita no meio Internet: HEEHHEH

Segundo o relatório do Intermeios, finalmente a participação da Internet nos investimentos publicitários supera os investimentos em TV Paga.
No consolidado do 1º trimestre de 2008, foram investidos R$ 134.282.415,98 em Internet, contra R$ 117.421.611,64 em PayTV.
Com isso, a participação fica em 3,25% e 2,84% respectivamente.
Além disso, enquanto o mercado total cresceu 15,48% em comparação ao mesmo período de 2007, o valor investido na web foi 36,08% maior que o aferido no 1º trimestre do ano passado.
Mesmo isolando-se a receita de Links Patrocinados e Comparadores de Preço (que passou a ser reportada em Abril dentro do item “Outros”), ainda assim houve crescimento, da ordem de 19,68% - seguindo acima do total do mercado.
Bjks Ale

quarta-feira, outubro 22

Sandálias verão 2009





Nas passarelas internacionais, as tendências em sapatos e sandálias para o Verão 2009 se dividem em três temas: Tribos, Futurismo e Glamour.
Leia também Estampas para o Verão 2009.
Traz as referências dos anos 80 e tem como inspiração as tribos indígenas e africanas, nas mais variadas formas: estampas, monogramas tribais, aplicações , bandagens, bordados, patchwork, croco, pele de cobra, salto de madeira, plataforma, corda, entre outras. A linha das rasteirinhas e papetes relembra as tribos de rua e dá um ar despojado á coleção.
Fonte: Fashion Bubbles
Eu particularmente não curti essa moda "gladiador" prefiro sandálias mais femininas... mas moda é moda, e infelizmente tem que rodar muito para achar minhas sandálias básicas e práticas para o dia a dia rss Boa sorte para vc!
Bjks Ale

terça-feira, outubro 21

Agende-se:


Dia de visita
Quem gosta de moda e está à procura de uma programação especial já pode comemorar.
É que duas exposições ganharam espaço em São Paulo e merecem uma visita.
A Papiers à La Mode, que está em cartaz no Museu de Arte Brasileira da FAAP, de Isabelle de Borchgrave e Rita Brown, reúne trajes e acessórios (sapatos, chapéus, bolsas e xales) feitos de papel, em tamanho natural e mostra a história dos últimos 400 anos da moda - tudo lindo e encantador. Saia de lá e vá até o Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e confira a exposição:
O Alfaiate a Ofício da Moda, que conta com peças confeccionadas pelo alfaiate David Gustavo Fuckner para estilistas badalados como Alexandre Herchcovitch, André Lima, Isabela Capeto, Jum Nakao, entre outros. Não perca!

O Alfaiate a Oficio da Moda
Até 23 de outubro
De segunda a sexta-feira, das 10h às 20h
Centro Universitário Belas Artes de São PauloNúcleo de Design - 5º andar Rua José Antônio Coelho, 879 - Vila Mariana
Papiers à La Mode Até 14 de dezembro
De terça a sexta-feira, das 10h às 20h e aos sábados, domingos e feriados, das 13hàs 17h.
Museu de Arte Brasileira da FAAP Rua Alagoas, 903 - Higienópolis

Para os paulistas aproveitarem.
Bjks Ale

segunda-feira, outubro 20

Agende-se: Exposição

clique na imagem para ampliar...

Aproveitem por mim...
Infelizmente não poderei ir... estou working, working em Salvador....

Bjks Ale

sábado, outubro 18

Fórum de Moda - agende-se!


XIV Fórum de Moda do Paraná
Dia 21 de Outubro – “Macro tendências para o Inverno 2009 Cedro”.
Cássia Silveira - Gerente de marketing moda da Tecelagem Cedro Cachoeira

Dia 22 de Outubro – “Cavalera: a criatividade e irreverência de uma marca”
Alberto “Turco Loco” Hiar – Diretor de criação das marcas Cavalera e VRom e sócio da The Jeans Boutique. Membro do Comitê de Moda Brasileiro e do Instituto de Moda Brasileira, foi vice-presidente da ABEST (Associação Brasileira de Estilistas).

Dia 23 de Outubro – “Os vários caminhos da profissão da Moda”
Nazareth Amaral – Produtora de moda, figurinista e personal stylist.

Dia 24 de Outubro –
“A história da Joalheria Brasileira do descobrimento ao Século XX”
Mariana Magtaz – Gemóloga, Designer de Jóias e Professora da Faap, IED e Escola Panamericana. É membro da The American Society of Jewelry Historians.

O XIV Fórum de Moda do Paraná acontece paralelamente ao Crystal Fashion em outubro no período da tarde no Shopping Crystal.

É organizado e realizado por Dionéia Mendes há 7 anos e tem como principal objetivo trazer conhecimento e atualização com profissionais competentes e bem informados criando uma grande interação entre estes e o público presente dentro de um ambiente informal.

Nesta décima quarta edição teremos no dia 21 a presença de Cássia Silveira, gerente de Marketing da Linha Moda da Cedro que falará sobre as tendências de tecidos para o inverno 2009 mostrando o book que foi lançado recentementee foi inspirada e fundamentada em um painel de tendências, contextualizando o comportamento que vai reger a moda no próximo ano e indicando os tecidos mais apropriados para cada estilo.

Dia 22 é a vez de Alberto “Turco Loco” Hiar, empresário da marca Cavalera, confecção dirigida ao público jovem. É membro do Comitê de Moda Brasileiro e do Instituto de Moda Brasileira. Já foi apresentador de programas de rádio e TV dedicada aos esportes radicais, à música e comportamento.

Dia 23 Nazareth Amaral, personal stylist de celebridades, produtora de moda e figurinista especialista na arte da estratégia de imagem. Com 20 anos de carreira já fez importantes campanhas publicitárias, editoriais de moda para revistas famosas, filmes, musicais.

E dia 24 a presença da gemóloga e designer de jóias Mariana Magtaz que fez um vôo panorâmico pela origem do ouro, as jóias e o designer brasileiro, que é hoje um dos mais reconhecidos, criativos e premiados do mundo e lançou o livro “Joalheria Brasileira - do Descobrimento ao Século XX” relatando a evolução da joalheria brasileira, contará sobre este trabalho aos presentes ao evento.

O Fórum de Moda do Paraná é direcionado para quem trabalha, estuda ou gosta de moda e design. Mas aberto também a aqueles que não dispensam informações sobre assuntos atuais.


Serviço:
XIV Fórum de Moda do Paraná
21 a 24 de Outubro de 2008
14h30m às 17h
Crystal Hall – Piso L1 – Shopping Crystal
Rua Comendador Araújo, 731


Inscrições: Crystal Club (balcão de informações) Piso L2 (do dia 10 até 21 de outubro)
Informações: (41) 3329-7041 – 3883-3000 – 3329-8205

Sugerimos aos participantes a doação de material escolar (caderno, lápis, canetas, livros usados, etc) que será repassado ao CID – Centro de Integração Digital – 3274-0000.


Realização e Coordenação:
Dioneia Mendesdioneia@brasilfashion.com.br
Mais um ano que não conseguirei ir...
Estou indo para Salvador... work, work, work....
Aporveitem por mim!!!!
Dionéia, sucesso no evento!!!!
Bjks Ale


sexta-feira, outubro 17

Conheça: Roteiro Sex and the City


Eu quero!!!!


Quem nunca sonhou em ser uma das felizardas personagens do famoso seriado Sex and the City?


Não há mulher que assista e não pense: “nossa, essa é a vida que pedi a Deus!”


Afinal, a vida delas – tirando as complicações da vida amorosa - é curtir o que há de melhor na cidade dos sonhos: Nova Iorque.


A Submarino Viagens pensou nisso e criou um pacote exclusivo inspirado nas quatro divas da série e, claro, na cidade onde tudo acontece.


Nas atrações da viagem, o turista segue os passos das protagonistas: faz compras nas famosas ruas e lojas, curte os encantos da cidade e se diverte nas noites badaladas dos lugares preferidos de Carrie e suas amigas.


O pacote oferece, ainda, ingresso para um musical da Broadway, além de passagem aérea, hospedagem no Roger Smith Hotel e tour de compras no Woodbury Commom. Tudo para você se sentir dentro do mundo maravilhoso de Sex and the City.


A idéia de lançar um pacote inspirado na série é realmente frutífera. Aliás, é uma tendência tentar trazer um pouco da ficção da TV para a realidade. Mais bacana ainda é levar a realidade para dentro da ficção. Não é mais “a bolsa da Carrie” ou “os sapatos da cinderela”, onde os objetos saem das telas para o seu guarda roupas.


O que o pacote propõe é justamente o contrário, você sai um pouco da sua realidade para entrar no universo encantado das histórias.Só de pensar nos ares dessa viagem certamente inesquecível, lembramos dos looks deslumbrantes usados pelas quatro amigas da série. Será que encontramos aquelas peças maravilhosas pelas ruas de NY?




Bom, é uma questão de estilo. Já achar um Mr. Big é questão de sorte. Como dizem que em Nova Iorque tudo pode acontecer, apostemos todas as fichas nesse sonho.




Arrumem suas malas e let’s trip!




Bjks Ale

quinta-feira, outubro 16

Momento Caras: Madonna se divorcia


Madonna e Guy Ritchie estão se divorciando.

A informação chega através do site PerezHilton, famoso por cobrir a vida das celebridades americanas.
O casamento durou aproximadamente 8 anos. (muito tempo para o meio artístico)
Uma porta voz da cantora confirmou oficialmente a informação nesta quarta, e ela fez questão de afirmar que o casal não chegou a um acordo amigável para que o casamento continuasse.
Quem pediu a separação foi ele, que reclama que Madonna “vive na academia e tem uma obsessão em se manter sempre jovem”. ( Vamos lá gente, ela está mega poderosa para uma cinquentona...), mas exageros também é demais...
O que implica nessa separação é que nenhum dos dois fez um acordo pré-nupcial, informam amigos do casal.
Por causa disso, Guy pode receber judicialmente a metade dos bens de Madonna, o equivalente a 300 milhões de libras, cerca de 600 milhões de dólares. (não vou nem comentar, rss)
Até mais, bjks Ale

quarta-feira, outubro 15

De volta a Curitiba e Levi's faz super apelo Erótico

De volta o frio... ainda bem que deu uma esquentadinha...
De volta ao Blog rss minha terapia rsss
Estava circulando em Natal e Salvador... sol, mar e muuiito trabalho!!!!
Sou fã dos modelitos da levi's e não poderia deixar de comentar sobre a sua nova comunicação.

Levi´s faz apelo eróticoCampanha do jeans 501 com pegação

O uso do erotismo e da sensualidade em campanhas publicitárias de jeans está cada vez mais comum. Assim mostra o comercial feito pela Levi´s para celebrar o ícone da marca, o jeans 501. O tema escolhido foca em “desabotoar” a si mesmo, livrando-se de inibições.
O comercial mostra um casal fazendo um jogo de sedução, em que um se insinua para o outro.

A grife italiana Diesel não ficou atrás. Para comemorar seus 30 anos lançou um vídeo inusitado, que mistura cenas de filmes pornôs com histórias em quadrinhos (assista aqui).

Recentemente, foi feita uma pesquisa pelos alunos da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte sobre a marca Calvin Klein, que também se utiliza do apelo erótico em suas campanhas. Foi constado pelos alunos que, nos comerciais, o homem e a mulher são utilizados como corpos-objetos e explorados de forma a instigar no consumidor o desejo de compra, gerando assim um lucro favorável.
Por Aline Moura
Foto e vídeo: Divulgação Use Fashion

segunda-feira, outubro 13

Notebook perfumado


A essência é liberada com o calor gerado pelo laptop

Fabricante lança notebook perfumado
Um laptop perfumado foi lançado nesta quinta-feira pela Asus em Taipei.
O Asus F6V tem fragrâncias em seu interior que são liberadas quando o notebook está ligado.
» Microdia lança pen drive com aroma de frutas
São quatro modelos em cores e aromas diferentes: rosa com essência floral, preto com aroma de musk, verde com aroma inspirado na natureza e azul que evoca o oceano.
O laptop tem processador Intel Core2 Duo com 2.4 GHz de velocidade e memória de até 4 GB.

A capacidade do HD varia entre 120 GB e 320 GB. O computador conta ainda com sensor biométrico que identifica impressões digitais.
A Asus não divulgou quanto tempo duram as essências, segundo o Gadget Base.

O notebook aromatizado será vendido por cerca de US$ 1,3 mil.

Fonte: Redação Terra

domingo, outubro 12

Breve História do Sapato

Era para ser o primeiro post, mas deixei por último rss


Para Jacobbi, a paixão pelo sapato tem uma história desconcertante. A humanidade ficou pouco de pés descalços. (2004, p.13).


Em 10.000 a.C. estudos mostram que há pinturas paleolíticas em cavernas da França e Espanha indicando a existência de calçados, mas há diversos pesquisadores que afirmam que os sapatos foram inventados na Mesopotâmia, há mais de 3.200 anos.
Os calçados eram tidos como diferenciador de classe social, por exemplo no Egito Antigo, entre 3.100 a.C. e 32 a.C., apenas os nobres usavam sandálias de couro, os faraós usavam calçados adornados com ouro. Já os gregos mostraram vanguarda não só na filosofia, na ciência e na política, mas também na moda: chegaram a usar um modelo diferente em cada pé.
Durante o Império Romano os senadores utilizavam sapatos em cor marrom, em modelos que amarravam na panturrilha por quatro tiras de dois nós. Os calçados das legiões eram as botas de cano curto.As mulheres calçavam sapatos brancos, vermelhos, verdes ou amarelos. Na Idade Média, a maioria dos sapatos tinha a forma das atuais sapatilhas e eram feitas de couro. Nobres e cavaleiros usavam botas de melhor qualidade.

O rei Eduardo (1272-1307), da Inglaterra, padronizou a numeração dos sapatos, o registro da primeira produção "em massa" de sapatos em todo o mundo é de Thomas Pendleton que fez quatro mil pares de sapato e 600 pares de botas para o Exército. Durante a Revolução Industrial, no início no século XVIII, na Inglaterra, as máquinas passaram a produzir calçados em larga escala.
Os sapatos sempre refletiram os status social e a situação econômica de quem os calça. As mulheres da aristocracia do princípio do século XIX usavam chinelos de brocado tão finos como papel e com as solas tão frágeis que não conseguiam resistir a dois ou três passos fora de casa, enquanto seus criadores trabalhavam com robustas botas de cabedal negro.

As sandálias de sola de ouro das imperatrizes romanas, os sapatos de salto vermelho da corte de Luís XIV e o contemporâneo mocassin Gucci, todos eles funcionaram como cartões de visita e sinais de riqueza. Os sapatos não refletem só a história social, são também um registro pessoal de nossas vidas. (O’KEEFFE, 1996, p. 14).

No século XX, novos materiais, técnicas e tecidos entram na produção, que passa a ser setorizada entre design, modelagem, confecção, distribuição, entre outros setores. A necessidade dos atletas obterem um melhor desempenho em competições originou um novo segmento na indústria, voltado aos esportes, o que possibilitou a criação de tênis tecnológicos, que invadiram o vestuário de todos grupos sociais.

A explosão da moda nos anos 80, também possibilitou o aumento do número de pessoas que passaram a consumir calçados de grife, desde os mais simples quanto aqueles assinados por grandes estilistas. Assim como na roupa existem as blusas, camisetas, calças, os vestidos, a moda em sapatos também se divide em diversos modelos.[1]

Escarpim: Sapato feminino fechado, também chamado decotado, geralmente de salto alto ou médio.
Luís XV: Sapato feminino similar ao escarpin, mas geralmente de bico fino e salto bem alto.
Chanel: Sapato feminino aberto atrás (no calcanhar), onde uma tira circunda o pé, de salto alto ou médio.
Sandália: Sapato aberto, fixado ao pé geralmente por tiras.
Sapatilha: Sapato geralmente feminino, decotado, de salto baixo ou sem salto, com solado flexível e cabedal em material macio.
Tamanco: Sapato constituído de um solado (cepa) de madeira ou plástico, inteiriço, com um cabedal também inteiriço que cobre o peito do pé.
Chinelo: Sapato aberto, macio, fabricado nos mais variados modelos, com salto baixo ou sem salto.
Mocassim: Sapato em que o cabedal envolve todo o pé, apresentando uma peça característica na gáspea, espelho ou pala costurada à mão.
Tênis: Sapato destinado originalmente à prática de esportes, mas hoje de uso geral. Fabricado com diferentes alturas de cano tipos de solado e materiais de cabedal.
Bota: Sapato dotado de um cano, ou seja, de uma parte traseira que cobre pelo menos o tornozelo, subindo pela perna até abaixo, além ou na altura do joelho. Dependendo da altura do cano e das suas características de modelagem, pode chamar-se bota, botina ou botinha.
[1] Fonte : http://www.s-shop.com.br/dicas_gerais.asp Acesso em 20 abr. de 2008.

Referências:
CALLAN, Georgina O’Hara. Enciclopédia da Moda. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
JACOBBI, Paula. Eu quero aquele sapato. Rio de Janeiro: Objetiva, 2004.
LURIE, Alison. A linguagem das roupas. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.
STEELE, Valerie. Fetiche. Moda, Sexo e Poder. Rio de Janeiro: Rocco,1997.
O’KEEFFE, Linda. Sapatos. Bonner, Colônia: Konemann, 1996.JONES, Terry ; MAIR, Avril Mair. Fashion Now: i-D Selects the World's 150 Most Important Designers. 25a. Ed. Hohenzollerning: Taschen, 2005
Bjks Ale

sábado, outubro 11

Sapatos e Mulheres Sedutoras

Este é ultimo post sobre o artigo: Os sapatos e as mulheres: uma relação de desejo, moda e marketing
As mulheres invadiram um mundo que as contemplava. No mercado de trabalho e nas mais variadas atividades, a Terceira Mulher (Lipovetsky, 2004), emerge socialmente para transformar suas relações com os homens. Aquela mulher cortejada e recatada, cujos sapatos eram de cristal, e cujo encanto terminava à meia-noite, desapareceu de cena.


As trilhas da pós-modernidade certamente são traçadas por pés femininos. Nunca antes, a visibilidade do corpo esteve tão em alta. Pura plenitude da imagem. Porém, fragmentar a sedução é impossível: olhos, olhares, cabelos, como a mão arruma o cabelo, partes corpo , corpo inteiro, charme.


Entretanto, em se tratando de sapatos, o que se pode destacar é que, segundo o olhar masculino, eles encobrem os pés e se encontram no começo das pernas. E sobre o imaginário das pernas femininas muito já se escreveu. Por exemplo, no filme “O homem que amava todas as mulheres”, de François Truffaut, o personagem afirma que “as pernas femininas marcam o mundo como um compasso que desenha belezas”. Por sinal o filme começa com suas dezenas de viúvas, no funeral, em planos de câmera que destacavam os sapatos também. A começar pela dança do corpo, com o toque ritmado dos pés no solo, a música do andar feminino emerge da visão daquela que anda com charme. Vibrações existenciais que marcham pelas cidades do mundo.


Uma mulher sempre sabe quando está chamando a atenção. A sedução começa pelos pés, quando há música e dança no movimento feminino. Aliás, quantos ritmos, modos de vida, visões de mundo e estados de espírito se revelam quando uma mulher escolhe um par de sapatos, e não outro, para cada momento de sua vida.


Mulheres de jeans e botas, salto alto e vestido, sandálias e mini-saia. Não importa o estilo. Sabe-se que as aquelas mulheres que sempre flutuam, inspiram as demais.

Os sapatos que as Musas usarem, poderão ser referência para aquelas que até desfilam e, certamente, estão no horizonte da inveja daquelas que apenas caminham.
Nietzsche ponderava que “a mulher começa a se tornar ressentida quando perde sua capacidade de seduzir”. Fica-se com a idéia de que uma mulher que sempre compra sapatos novos, recusa-se a perder tal capacidade. O cuidado de si é uma marca indelével do comportamento feminino.

O marketing e o cibermarketing estão falando com todas essas mulheres. Algumas não ouvem porque não entendem como necessidade e, outras, porque simplesmente não querem ouvir. Porém, todas elas querem ser Divas.
Mulheres de todas as idades sonham com sapatos. Homens de todas as idades sonham com mulheres sedutoras. O mercado de qualquer tipo de calçado sonha com mulheres que colecionem pares e mais pares. Na trama da sedução e do consumo, o sapato sempre é um argumento fundamental.
Referências:
ANDERSON, Chris. A Cauda Longa. O mercado de massa para o mercado de nicho. 2. Ed. Rio de Janeiro, Campus/Elsevier, 2006.
CALLAN, Georgina O’Hara. Enciclopédia da Moda. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
JACOBBI, Paula. Eu quero aquele sapato. Rio de Janeiro: Objetiva, 2004.
LIPOVETSKY, Gilles. Sedução, Publicidade e Pós-modernidade. In. A Genealogia do Virtual comunicação, cultura e tecnologias do imaginário. MARTINS, Francisco Menezes;
SILVA, Juremir Machado (Org). Porto Alegre: Sulina, 2004.
LURIE, Alison. A linguagem das roupas. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.
STEELE, Valerie. Fetiche. Moda, Sexo e Poder. Rio de Janeiro: Rocco,1997.
O’KEEFFE, Linda. Sapatos. Bonner, Colônia: Konemann, 1996.
JONES, Terry ; MAIR, Avril Mair. Fashion Now: i-D Selects the World's 150 Most Important Designers. 25a. Ed. Hohenzollerning: Taschen, 2007.
Bjks Ale

sexta-feira, outubro 10

Divulgação: Convite para

Lançamento de livro em Recife... da queria profa. Ana Paula Miranda

clique na imagem para ampliar.
================================================================

BAR BAZAR. em Curitiba




Sábado dia 11/10, das 14h às 20 h, você conhecerá a nova coleção Herotori.
Reserve essa tarde para ouvir uma boa música, atualizar-se na moda, ver gente bonita e até tomar uma bebidinha....onde?

Bazar do Era só o q faltava- Av.República Argentina- 1334

Imperdível!!!

Querida Lílian infelizmente estarei em Natal e não poderei comparecer!
Muito sucesso!!!!
bjks Ale

quinta-feira, outubro 9

Mulheres e o Consumo

As mulheres consomem muitos sapatos, mais do que precisam, possuem prazer em comprá-los para Michele, publicitária de 28 anos “Considero o sapato muito importante na hora de escolher o que vestir, quanto maior a variedade, mas fácil de acertar na vestimenta e menor será as chances de errar e ficar brega”. Segundo Jacobbi,

As revistas femininas explicam como usá-lo para pegar marido, reconquistar o namorado perdido, conseguir aquele cargo que queremos”. Ele pode ser caríssimo, mas enquanto o dinheiro, nu e cru não traz felicidade, um par de sapatos novos pode levar a uma excitação muito próxima da felicidade (aquela felicidade que como o diz o filósofo um instante) a razão disso muitas vezes é um mistério. (Ib., p.12).

Os sapatos estão ligados a emoção, razão, imagem, conto de fadas como o da Cinderela e seu sapatinho de cristal, felicidade o sapato está presente neste nicho de mulheres que consomem o sapato pela emoção.

Para O’Keefe, podemos não conseguir vestir as nossas calças favoritas se engordamos alguns quilos, mas podemos calçar sempre os sapatos de que mais gostamos. É por isso que as mulheres continuam a comprar sapatos, mesmo que usem apenas alguns dos muito que possuem. É também por isso que os sapatos que se adora raramente é jogado fora, mesmo se já estiver praticamente inutilizável. (Ib., p.14)

O marketing estuda essa relação entre o projeto de um produto, seu preço, sua comunicação, sua disponibilidade de mercado e a satisfação do cliente após efetuada a compra. E existe todo um mistério e uma grande complexidade nesta relação mulheres e sapatos. Para Lipovetsky, a obsessão pelo “ter”, obviamente, domina mais os pobres do que os ricos, pois vem da necessidade. Existe entre os teóricos apocalípticos, um discurso segundo o qual o desejo de consumir deriva da manipulação publicitária. É falso. A publicidade não consegue fazer com que se deseje o indesejável. (2004, p. 34).

Os sapatos são desejos femininos como observamos, a cibercultura apenas dissemina esse desejo através do cinema, televisão, revistas, blogs, o desejo e o prazer de consumir os sapatos que são endeusados pelas mulheres. Segundo Lipovetsky a moda e a publicidade influíram positivamente no processo de liberação das mulheres. (Ib., p.37).

As mulheres conquistaram sua independência e são livres para comprar seus objetos de desejo, prazer, fetiche, são eles os sapatos.

Referências:

CALLAN, Georgina O’Hara. Enciclopédia da Moda. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
JACOBBI, Paula. Eu quero aquele sapato. Rio de Janeiro: Objetiva, 2004.
LIPOVETSKY, Gilles. Sedução, Publicidade e Pós-modernidade. In. A Genealogia do Virtual comunicação, cultura e tecnologias do imaginário. MARTINS, Francisco Menezes;
SILVA, Juremir Machado (Org). Porto Alegre: Sulina, 2004.
LURIE, Alison. A linguagem das roupas. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.
STEELE, Valerie. Fetiche. Moda, Sexo e Poder. Rio de Janeiro: Rocco,1997.
O’KEEFFE, Linda. Sapatos. Bonner, Colônia: Konemann, 1996.JONES, Terry ; MAIR, Avril Mair. Fashion Now: i-D Selects the World's 150 Most Important Designers. 25a. Ed. Hohenzollerning: Taschen, 2007
Amanhã tem mais... tá acabando a sessão sapatos...
Bjks Ale

quarta-feira, outubro 8

Os sapatos, sites, marcas e estratégias de relacionamento

Continuando com o artigo: Os sapatos e as mulheres: uma relação de desejo, moda e marketing.
Apresentado no 4o. Colóquio de Moda na Feevale/RS

Alguns exemplos...

A Marca Melissa criou em 2007 uma Ação Create YourSelf[1] com blogueiras e este ano criou a Promoção Viagens de Melissa[2], onde a participante escolhe uma das histórias e completa escrevendo como seria sua viagem. A história com mais votos ganha uma viagem para Nova York. Criaram links coloridos para divulgação em sites e blogs, onde é só clicar e ir direto para o site onde só precisa votar na história da sua amiga. Com essa estratégia a Melissa divulga a promoção para milhões de usuárias que querem ganhar a viagem e conseguem divulgar a marca Melissa para o seu público alvo.

A Marca Vizzano que utiliza como a modelo e embaixadora da marca a apresentadora Ana Hickman que desenvolveu a promoção Divas Vizzano no site, bastava escrever uma frase com o tema: O que você precisa para ser um Diva. As 3 melhores frases ganharam um par de sapato da marca.
A marca de sapatos infantil Dakotinha (o marketing começa com as crianças) no site www.dakotinhaestilista.com.br possui a opção de escolher looks. Os melhores looks concorrem a sapatos da marca. Também desenvolveram a promoção de Páscoa Dakotinha, respondendo a pergunta: Qual a melhor atitude ecológica para esta Páscoa? Concorrendo a calçados Dakotinha + kit.
São estratégias utilizadas para fidelizar seu público alvo que podem começar na infância, através de promoções, mulheres bonitas, etc.

[1] Veja artigo completo no http://www.coloquiomoda.com.br/coloquio2007/anais_aprovados/cybermarketing_e_a_moda_segmentacao_atraves_dos_blogs_e_orkut.pdf. Acesso em 21 abr. de 2008.
[2] Disponível em : http://www.melissa.com.br . Acesso em 21 abr. de 2008.
Amanhã tem mais...
Tá acabando rsss
Bjks Ale

terça-feira, outubro 7

Museus Virtuais e os Sapatos


Na internet também encontramos vários museus virtuais de sapatos, com história, muitas imagens, dicas, filmes, etc. Um dos museus mais conhecido é o Virtual Shoe Museum foi criado em 2004 por Liza Snook, ele reúne uma surpreendente coleção de sapatos; do antigo ao contemporâneo, do bizarro ao clássico, do hightech ao conceitual.
São obras de designers do mundo todo reunidas em uma galeria virtual bastante inusitada[1]. Um dos pontos turísticos de Toronto é o Bata Shoe Museum[2], com um acervo de mais de 12000 itens – entre sapatos e acessórios em geral, o foco fica em épocas mais antigas, da antiguidade até o início do século XX, abrangendo cerca de 4500 anos de história.

Uma das salas mais interessantes do museu é dedicada ao período do Rococó, período em que viveu a rainha Maria Antonieta onde é possível encontrar alguns pares de sapatos e fivelas, cheias de diamantes que pertenciam ao acervo pessoal da rainha.

A fundação Bata Shoe Mueseum foi criada em 1979 para melhor administrar e organizar a ainda crescente coleção de sapatos e acessórios exóticos ou de época de Founding Chairman Sonja Bata, que começou a colecionar sapatos em 1940. Porém, o museu só foi abrir suas portas ao público em 1995, num prédio desenhado pelo arquiteto Raymond Moriyama, para parecer uma caixa de sapatos.

Outros museus pelo mundo http://www.museocalzado.com/
http://www.britishmuseum.org/ .

Imelda Marcos, a ex-primeira dama das Filipinas entrou para a história como a maior colecionadora de sapatos do mundo. Durante o governo de seu marido, Ferdinand Marcos, ela se tornou conhecida por correr o planeta atrás de modelos novos, enquanto milhões de pessoas em seu país viviam em extrema pobreza. A coleção de Imelda chegou a ser estimada em 3000 pares. O que ela nega com veemência. Diz que eram "apenas 1060".

Em 2001, Imelda abriu um museu na cidade de Marikina[3], para mostrar seus sapatos.


[1] Disponível em : http://www.virtualshoemuseum.com . Acesso em 20 abr. de 2008.
[2] Disponível em : http://www.batashoemuseum.ca/. Acesso em 20 abr. de 2008.
[3] Fonte : http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2001/010216_imelda.shtml. Acesso em 21 abr. de 2008.

segunda-feira, outubro 6

Orkut e os sapatos


Na maior rede de relacionamento brasileira os sapatos também são destaque. No orkut encontramos mais de 1000 comunidades[1] com o nome calçados, sapatos, shoes, entre elas Eu amo SAPATO!! com 110.757 membro “comunidade Brasileira dos apaixonados por sapatos!!!!!!Você é louka por sapato???? Compra mesmo sem precisar???? Adora modelos novos, não dispensa os tradicionais!???”. Eu adoro Sapatos com 56.538 membros “para aquelas(es)que tem verdadeira adoração por sapatos, dos mais sofisticados aos mais simples.

Se você faz parte do grupo que é atraído pelas vitrines das lojas de calçados, que tem inúmeros pares”, as marcas de sapatos também possuem inúmeras comunidades como: Loucas pelos sapatos da Arezzo[2] com 1.675 membros “A Arezzo ganhou o prêmio de melhor franquia do ano da revista "Pequenas Empresas, Grandes Negócios", pela qualidade de seus produtos e serviços!!!E vc que não resiste em comprar os sapatos e bolsa...” na rede encontramos 63 comunidades AREZZO[3] uma delas com 33.380 membros para as amantes dos sapatos e acessórios da Arezzo.

A marca Melissa[4] possui mais de 1000 comunidades na rede. A comunidade Melissa (The Original) possui 138.468 membros, entre outras comunidades como: Eu uso Melissa, Baixem os preços da Melissa, Eu amo Melissinha, Eu amo o cheirinho de Melissa, Eu vou casar de Melissa, Loucas por Melissa, etc...

A maior comunidade na rede é a Salto Alto[5] com 530.966 membros, “O maior símbolo de poder feminino! Para quem gosta de ver a vida sobre um Salto Alto! E não vive sem eles!!!! Não importa se for scarpin, sandália, ou plataforma, tem q ser de salto alto”.

O que percebemos que marcas famosas, grandes e pequenas estão presentes na rede de relacionamento são criadas como estratégia de marketing pelas próprias marcas, mas a maioria são criadas pelos seus consumidores que demonstram seu carinho, admiração e também sentimentos negativos pela marca.

Notas:
[1] Disponível em : http://www.orkut.com/UniversalSearch.aspx?searchFor=C&q=eu+amo+sapatos. Acesso em 21 abr. de 2008.
[2] Disponível em : http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=3172346. Acesso em 21 abr. de 2008.
[3] Disponível em : http://www.orkut.com/UniversalSearch.aspx?pno=1&searchFor=C&q=arezzo. Acesso em 21 abr. de 2008.
[4] Disponível em : http://www.orkut.com/UniversalSearch.aspx?pno=1&searchFor=C&q=melissa. Acesso em 21 abr. de 2008.
[5] Disponível em : http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=126317. Acesso em 21 abr. de 2008.


Amanhã tem mais...


Bjks Ale

domingo, outubro 5

BLOGS e os sapatos

Os BLOGS...

O modelo do conceito de Anderson, cauda longa[1] - através dos nichos, subnichos e da propaganda boca a boca, ou na rede com a recomendação pode ser visto nos blogs, onde milhões de pessoas comuns são novos formadores de preferências, produzem o seu conteúdo, seu vídeo, sua música, divulgam seus desejos, suas roupas e sua moda.

Segundo Anderson, estamos evoluindo de um mercado de massa para uma nova forma de cultura de nicho, que se define agora não pela geografia, mas pelos pontos em comum. (2006, p. 38).

Esses pontos em comum encontramos na rede através dos blogs segmentados neste caso nos blogs que possuem como tema os sapatos. Para Anderson, os consumidores também atuam como guias individuais quando divulgam pela internet, em sites ou nos próprios blogs, suas opiniões sobre alguma coisa (Ib., p.54).

No buscador Google Blogs[2] encontramos os seguintes números:
Aproximadamente 219.684 blogs com a palavra sapatos.
Aproximadamente 668.608 blogs com a palavra calçados.
Aproximadamente 47.430.792 blogs com a palavra shoes.
Aproximadamente 14.617 blogs com as palavras sapatos mulheres.

Em breve pesquisa na rede encontramos inúmeros blogs sobre sapatos, fetiches por sapatos, pés, mulheres e salto alto, entre outros temas relacionados a moda, dicas, sugestões, cuidados com os sapatos, pés, a variedade de assuntos é ampla. Anderson, complementa
Foram os blogs que desencadearam a renascença da editoração amadora.

Hoje, milhões de pessoas lançam publicações diárias para um público que, no conjunto, é maior que o de qualquer veículo da grande mídia. Por sua vez, os blogs são conseqüência da democratização das ferramentas: o advento de softwares e de serviços simples e baratos que facilitam a tal ponto a editoração on-line que ela se torna acessível a todos. (Ib., p. 61).

Os blogs viraram “febre” e estão invadindo a rede diariamente são criados 1,5 por segundo são 80 milhões de blogs criados nos 2 primeiros meses de 2008[3], no mundo dos blogs os leitores deixaram de ser simples consumidores, saíram da passividade e passaram a atuar como produtores de conteúdo e opinião se tornaram ativos dentro dos seus nichos transformando-se em poderosas fontes de recomendação influenciando seu público gerando a propaganda boca a boca digital, uma conversa pública, que se desenvolve nos comentários, posts e links, imagens, vídeos e nos blogs.

Notas:
[1] A Cauda Longa ou "The long Tail" foi publicado na revista Wired, em outubro de 2004, o artigo se tornou a matéria mais citada em todos os tempos. As três principais observações : 1) A cauda das variedades disponíveis é muito mais longa do que supomos ; 2) ela agora é economicamente viável ; 3) todos esses nichos, quando agregados, podem formar um mercado significativo – pareceram inquestionáveis, sobre tudo com respaldo de dados até então desconhecidos. (ANDERSON, 2006, p.10).
O conceito "Long Tail" foi criado em 2004 pelo jornalista Chris Anderson, editor-chefe da revista Wired, a expressão surgiu por causa do gráfico matemático que lembra uma "cauda longa" e demonstra que a cultura e a economia estão rapidamente mudando seu foco - de um relativamente pequeno número de hits (produtos que vendem muito no grande mercado) para um grande número de produtos de nicho. Anderson lançou o livro "Long Tail" nos Estados Unidos, no qual explica a teoria. A obra, foi raduzida como A Cauda Longa ( Editora : Campos/Elsevier), é foi lançada no Brasil em agosto de 2006.
[2] Disponível em : http://www.google.com.br/blogsearch?hl=pt-BR&q=sapatos&lr= Acesso em 20 abr. de 2008.
[3] Fonte : Sebrae/Brasília.


Referências:
ANDERSON, Chris. A Cauda Longa. O mercado de massa para o mercado de nicho. 2. Ed. Rio de Janeiro, Campus/Elsevier, 2006.
CALLAN, Georgina O’Hara. Enciclopédia da Moda. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
Amanhã tem mais...
Bjks Ale

sábado, outubro 4

Sapatos na TV

Na TV as mulheres se identificaram com a personagem da série produzida pela HBO "Sex and the City", baseada num livro com o mesmo nome de Candace Bushnell. Foi originalmente transmitida de 1998 até 2004.
A série se passa na cidade de Nova Iorque, focada nas relações íntimas de quatro mulheres, amigas, na faixa dos trinta e quarenta anos. A série teve seis temporadas, e destacou a atriz Sarah Jessica Parker, que interpretava Carrie, uma escritora apaixonada por sapatos.
Um dos mais badalados designers da atualidade, o espanhol Manolo Blahnik, viu seus sapatos virarem mania nos Estados Unidos, após serem adotados pela personagem Carrie, em seu armário não faltavam modelos Dior, Gucci e Dolce & Gabbana, mas sua verdadeira obsessão eram mesmo os tais sapatos Manolo Blahnik. [
O nome “manolos” torno-se amplamente conhecido através da série de Tv Sex and the City. Manolo Blanik tem vindo a colecionar tributos do mesmo modo que as mulheres colecionam seus sapatos: mais de 14 distinções na área da moda dede 1987, quando Of Fashion Designers of América (CDFA) atribuiu pela primeira vez o seu “Special Award”.
Em 1999, recebeu o Silver Slipper do Houston Museum od Fine Arts, e em 2001 foi lhe concedido o doutoramente “honoris causa”em artes pelo Hoyal College of Art de Londres. (JONES, 2007, p. 80).
Na vida real, a atriz Sara Jessica Parker se mostrou igualmente “maníaca” pelas sandálias desenhadas pelo espanhol.
A série fez tanto sucesso na televisão que em maio de 2008 estreou sua versão no cinema e já estão pensando na sua seqüência.
Referências:
JONES, Terry ; MAIR, Avril Mair. Fashion Now: i-D Selects the World's 150 Most Important Designers. 25a. Ed. Hohenzollerning: Taschen, 2007.
Amanhã tem mais...

sexta-feira, outubro 3

Sapatos no YOUTUBE


Vimos que os sapatos estão retratados de diversas formas no cinema e também está na rede através de inúmeros filmes no YouTube.
Segundo Anderson, milhões de pessoas têm capacidade de produzir filmes e álbuns e publicar seus pensamentos para todo mundo – o que de fato é feito por quantidade de pessoas surpreendente grande. (Ib., p. 52).

A internet simplesmente torna mais acessível e muito barato alcançar milhões de pessoas.
Em uma breve pesquisa na rede encontramos os seguintes números de vídeos no YouTube.
Com a palavra Sapatos: cerca de 1860 vídeos
Com a palavra Calçados: de cerca de 700 vídeos
Com a palavra Shoes : cera de 118.000 vídeos. Vá lá e faça a sua pesquisa.
No YouTube encontramos inúmeros filmes e vídeos sobre sapatos, como fabricá-los, desfiles, vídeos eróticos com os fetiches por sapatos e pés, e muitos lançamentos de coleções, comerciais de lojas, redes de lojas de sapatos, entre outros.
Para Anderson,
Desde cineastas até bloguistas, produtores de todos os tipos, que começam na cauda, com poucas expectativas de sucesso comercial, podem dar-se ao luxo de correr riscos, pois têm menos a perder. Não há necessidade de licença prévia, de plano de negócios nem mesmo de capital. As ferramentas da criatividade agora são baratas e, ao contrário do que imaginávamos, o talento se distribui de maneira mais dispersa. Sob esse aspecto, a Cauda Longa talvez se transforme na área crucial da criatividade, lugar onde as idéias se formam e se desenvolvem, antes de se transformarem em sucesso comerciais. (2006, p.76).
Referências:
ANDERSON, Chris. A Cauda Longa. O mercado de massa para o mercado de nicho. 2. Ed. Rio de Janeiro, Campus/Elsevier, 2006.
Amanhã tem mais...

Cintura marcada...

No começo todo mundo achava estranho, ahh eu nunca vou usar isso, é só modelos, só para os fashionistas... mas como a moda tem o seu lado massa... a cintura marcada continua ...

De uns tempos pra cá a moda tem adotado de uma forma bem especial o estilo dos anos 70.
E com toda esta onda boho a cintura marcada aparece com força deixando os looks super femininos.

Neste cenário os cintos têm um papel super importante. São quase responsáveis pela composição em geral. E distinguem o perfil e o estilo de quem os usa. Tem os clássicos, fininhos, de tressê, com tachas, de verniz, com lacinhos e fivelas incríveis. Podem ser usados de várias formas: sobre regatas ou camisetas sobrepostas, por cima de cardigans e casaquetos, debaixo de coletinhos ou por cima deles como na coleção do Just Cavalli.

Dá pra usá-los no lugar das faixas que acompanham vestidos e casacos. E pra quem já adotou a moda dos macacões, fica super bacana um cinto sobre a peça. Vale a pena investir em cintos legais... eles podem revolucionar seu look.


Escolhi alguns looks! clique na imagem para ampliar e

quinta-feira, outubro 2

Sapatos no CINEMA

Continuando o artigo:
Os sapatos e as mulheres: uma relação de desejo, moda e marketing.

CINEMA:
Muitos sapatos se tornaram famosos depois de calçarem alguns dos pés mais cobiçados do planeta. O salto agulha virou símbolo máximo de sensualidade após ser adotado pela atriz Marilyn Monroe. Fã do sapato alto, ela declarou:
''Não sei quem inventou o salto alto, mas todos os homens devem muito a ele''.
Junto com vestidos decotados e esvoaçantes, os sapatos eram considerados armas de sedução para uma dos maiores sexy symbols de todos os tempos.
Mais discreta, mas não menos desejada, a famosa “Bonequinha de Luxo”, Audrey Hepburn, lançou as modestas sapatilhas ao estrelato no mundo fashion. Sempre elegante e dotada de 1,75 metros de altura, o salto alto realmente não era acessório necessário para ela. Desenhadas pelo designer Salvatore Ferragamo, o modelo usado por Audrey entraram de vez para a lista dos sapatos mais famosos do mundo.
Outra diva do cinema, Catherine Deneuve, imortalizou o modelo preto baixo, com fivela prata, ao usá-lo no filme "Bela da Tarde". O sapato foi criado por Roger Vivier para Yves Saint-Laurent, que assinou o figurino da produção.[1]
De Salto Alto[2] foi dirigido por Pedro Almodóvar (nome original Tacones Lejanos, 1991, Espanha/França) o qual nunca escondeu seu fetiche por sapatos exagerados e inspirado por eles produziu seu nono longa-metragem.
O filme Maria Antonieta[3], com a direção e o roteiro de Sofia Coppola, apresenta a jovem rainha Maria Antonieta que casou-se em 1770, com apenas catorze anos, tornando-se rainha com dezoito anos. Quatro anos depois, quando o seu marido foi coroado rei Luís XVI.
O filme retrata sua vida como uma eterna diversão. Porém, seus hábitos não eram muito louváveis. Gastava muito dinheiro do povo, com roupas e principalmente com sapatos.
No filme Em seu Lugar (In her Shoes)[4] com Cameron Dias e Toni Coletti que interpreta Rose uma mulher com baixa-estima em relação a sua aparência física e com sua vida amorosa, tinha apenas um estímulo na sua vida: os sapatos porque eles sempre serviam, não precisa estar em forma para usa-los.

Vimos que os sapatos estão retratados de diversas formas no cinema e também está na rede através de inúmeros filmes no YouTube. Segundo Anderson, milhões de pessoas têm capacidade de produzir filmes e álbuns e publicar seus pensamentos para todo mundo – o que de fato é feito por quantidade de pessoas surpreendente grande. (Ib., p. 52).
A[1] AGOSTINI, Renata. Aos nossos pés. Mulheres e sapatos, sem dúvida, um caso de amor eterno. 15 de ago. De 2007. Disponível em : http://www.bolsademulher.com/estilo/materia/aos_nossos_pes/9698/1. Acesso em 21 de abr. 2008.
[2] GARDINIER, Rui. De Salto Alto. Disponível em http://www.contracampo.com.br/78/desaltoalto.htm. Acesso em 05 mai. 2008.
[3] Marie Antoniette. Drama. Lançado no Estados Unidos, Japão e França em 2006, dirigido por Sofia Coppola. Disponível em http://www.cineplayer.com/critica.php?id=952 . Acesso em 20 de abr. 2008.
[4] In Her Shoes. Drama. Lançado em 2005 nos Estados Unidos, dirigido por Curtis Hanson. Disponível em : http://www.imdb.com/title/tt0388125/ . Acesso em 20 de abr. 2008.
[5] Disponível em : http://br.youtube.com/watch?v=rvL-G_YSWHg . Acesso em 05 mai. de 2008.
Amanhã tem mais...
Bjks Ale

quarta-feira, outubro 1

Salto Alto



Para a mulher moderna, sapato de salto alto é sinônimo de elegância, beleza e sofisticação. Os sapatos de salto alto exercem um encanto poderoso para muitas pessoas. Há um pouco de Imelda Marcos em muitas mulheres. (STEELE, 1997, p.97).


O salto alto traz o simbolismo do pedestal, quanto mais alto mais bonito e mais poderoso. Para Jacobbi, uma coisa é certa: o sapato de salto alto é o objeto que diferencia os homens e as mulheres da nossa espécie. (2004, p. 51).


Não é por acaso que desde Cinderela, a narrativa popular feminina tem tanto a ver com calçados. O príncipe encantado é fisgado graças ao sapato, seja ele de cristal (símbolo de virgindade) da cândida Cinderela ou o salto agulha da predadora metropolitana das protagonistas de Sex and The City um dos seriados de televisão de maior sucesso entre o milênio passado e o presente”. (Ib., p. 29).

O salto alto é uma relação de amor e dor, pois trás riscos a saúde, pode causar acidentes, mas as mulheres e os homens possuem o fetiche pelo poder que ele representa.

Para Lurie,
Os sapatos de salto alto e bico fino, que durante a maior parte deste século foram essenciais no vestuário feminino, são considerados sexualmente atraentes em parte por fazerem as pernas parecerem mais longas – uma perna longa é sinal biológico da disponibilidade sexual em várias espécies animais – e porque produzem o que os antropólogos chamam de “corte pomposa”. (1997, p. 210).

Os sapatos de salto exercem um poderoso encanto nas mulheres e nos homens que são seduzidos pelo seu glamour, envolvendo fantasia e o fetiche por esse acessório que faz parte do imaginário masculino e feminino criando diversos nichos no mercado da moda e do prazer.


Referências:
JACOBBI, Paula. Eu quero aquele sapato. Rio de Janeiro: Objetiva, 2004.
LURIE, Alison. A linguagem das roupas. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.
STEELE, Valerie. Fetiche. Moda, Sexo e Poder. Rio de Janeiro: Rocco,1997.
O’KEEFFE, Linda. Sapatos. Bonner, Colônia: Konemann, 1996.
JONES, Terry ; MAIR, Avril Mair. Fashion Now: i-D Selects the World's 150 Most Important Designers. 25a. Ed. Hohenzollerning: Taschen, 2005.
Amanhã tem mais!
Bjks Ale